Destaques

Destaque

Fumaça de cigarro pode afetar audição dos jovens

Estudo publicado na revista especializada New Scientist revela que adolescentes que fumam ou cujas mães fumaram durante a gravidez têm mais chances de apresentar problemas de audição. A pesquisa foi realizada por especialistas da universidade americana de Yale.

Nos testes com 67 adolescentes entre 13 e 18 anos, os especialistas descobriram que os que haviam sido expostos à fumaça do cigarro tinham mais dificuldade para se concentrar e entender o que estava sendo dito a seu redor. Além disso, entre esses adolescentes, a massa branca do cérebro responsável pela transmissão de mensagens estava aumentada de tamanho.

Outros estudos apontam que crianças com esta parte do cérebro superdesenvolvida têm problemas de transmitir e interpretar sons porque a massa branca ficaria fora de sintonia com o resto do cérebro. Há indícios de que a produção em excesso da massa branca está ligada à nicotina, que estimularia a produção da substância química aceticolina responsável por tal produção.

De acordo com a coordenadora da pesquisa, Leslie Jacobsen, os testes ainda mostraram que os adolescentes expostos ao cigarro tiveram mais dificuldades de reconhecer palavras quando eram distraídos por imagens ou ruídos. "Os resultados mostram o que pode acontecer com esses adolescentes dentro das salas de aula, onde muitas pessoas falam ao mesmo tempo. Combinados a outros fatores, problemas de audição e de entendimento das palavras podem levar ao fracasso escolar", afirmou a cientista.

Fonte : Veja.com

voltar
OTORRINO SAÚDE (unidade Aldeota)
Rua Brigadeiro Correia de Melo, 55 Dionísio Torres, Fortaleza - CE
Localizar no mapa

 

Tel.: +55 (85) 3036.0600

thiagopeugenio@hotmail.com